Frases Indiretas para Pessoas Falsas



autor Uma mulher entre parênteses Tinha algo a dizer, mas jamais aos gritos, jamais com ênfase, jamais invocando uma reação Era como ela catalogava as pessoas: através dos sinais de pontuação. Irritava-se com as amigas que terminavam as frases com reticências... Eram mulheres que nunca definiam suas opiniões, que davam a entender que poderiam mudar de ideia dali a dois segundos e que abusavam da melancolia. Por outro lado, tampouco se sentia à vontade com as mulheres em estado constante de exclamação. Extra, extra! Tudo nelas causava impacto! Consideravam-se mais importantes do que as outras! Ela, não. Ela era mais discreta. A mais discreta de todas. Também não era do tipo mulher dois pontos: aquela que está sempre prestes a dizer uma verdade inquestionável, que merece destaque. Também não era daquelas perguntadeiras xaropes que não acreditam no que ouvem, não acreditam no que veem e estão sempre querendo conferir se os outros possuem as mesmas dúvidas: será, será, será? Ela possuía suas interrogações, claro, mas não as expunha. Era uma mulher entre parênteses. Fazia parte do universo, mas vivia isolada em seus próprios pensamentos e emoções. Era como se ela fosse um sussurro, um segredo. Como uma amante que não pode ser exibida à luz do dia. Às vezes, sentia um certo incômodo com a situação, parecia que estava sendo discriminada, que não deveria interagir com o restante das pessoas por possuir algum vírus contagioso. Outras vezes, avaliava sua situação com olhos mais românticos e concluía que tudo não passava de proteção. Ela era tão especial que seria uma temeridade misturar-se com mulheres óbvias e transparentes em excesso. A mulher entre parênteses tinha algo a dizer, mas jamais aos gritos, jamais com ênfase, jamais invocando uma reação. Ela havia sido adestrada para falar para dentro, apenas consigo mesma. Tudo muito elegante. Aos poucos, no entanto, ela passou a perceber que viver entre parênteses começava a sufocá-la. Ela mantinha suas verdades (e suas fantasias) numa redoma, e isso a livrava de uma existência vulgar, mas que graça tinha? Resolveu um dia comentar sobre o assunto com o marido, que achou muito estranho ela reivindicar mais liberdade de expressão. Ora, manter-se entre parênteses era um charmoso confinamento. Minha linda, você é uma mulher que guarda a sua alma. Um dia ela acordou e descobriu que não queria mais guardar a sua alma. Não queria mais ser um esclarecimento oculto. Ela queria fazer parte da confusão. Mas, minha linda... E não quis mais, também, aquele homem entre aspas. (Martha Medeiros)

Conceitos relacionados: entre dizer mulher jamais parênteses tinha

' 0.0/5 (0 votos)
Por: admin


autor Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás. Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras — e por tudo isso, ando cada vez mais só. Chegue bem perto de mim. Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa. Ou não diga nada, mas chegue mais perto. Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira, virar nada… Eu quero o diferente. Cansei de pessoas iguais, sonhos iguais, modas iguais, conversas iguais. Porque o mundo, apesar de redondo, tem muitas esquinas. Ando tropeçando em absurdos. Em desassossegos também. Tem gente que tirou o mês pra me chatear, me colocar pra baixo, me jogar em cima um amontoado de energias ruins. Tem gente que tem esse dom. De não ser feliz e querer enferrujar o sorriso alheio. Não desista, vá em frente. Sempre há uma chance de você tropeçar em algo maravilhoso. Nunca ouvi falar em ninguém que tivesse tropeçado em algo enquanto estava sentado. Se você me amar e eu te amar, não precisamos da aprovação de ninguém para ficar juntos, como também não precisamos assinar nenhum papel ou aceitar qualquer espécie de jogo. Não acredito que maus fluidos, por mais fortes que sejam, consigam destruir um amor bonito, limpo. Eu não quero viver longe de você. Digo, viver sem falar contigo, sem saber como foi o seu dia, o que você fez, como esta se sentindo. Até porque, longe fisicamente de você eu já estou. Eu não vou te pedir nada. Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar. Mas uma coisa, eu exijo. Quando estiver comigo, seja todo você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Mas, por favor, não me apareça pela metade. Não me venha com falsas promessas. Eu não me iludo com presentes caros. Não, eu não estou à venda. Eu não quero saber onde você mora. Desde que você saiba o caminho da minha casa. Eu não quero saber quanto você ganha. Quero saber se ganha o dia quando está comigo. Daqui a 50 anos eu ainda vou saber seu nome e vou me lembrar de todas as vezes que você me fez sorrir. Na minha memória, tão congestionada - e no meu coração - tão cheio de marcas e poços - você ocupa um dos lugares mais bonitos. Será que as pessoas mudam de comportamento porque se sentem seguras do afeto que o outro sente? - Quem não procura, não sente falta, moço. - Engano seu, pequena. A nostalgia tortura e todo dia o coração implora pedindo pra voltar. - Por que não volta, então? - A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior, menina. (Caio F. Abreu)

Conceitos relacionados: força porque gente segue mesmo

' 0.0/5 (0 votos)
Por: admin
autor Ó DÊ OUVIDOS A QUEM TE AMA Só dê ouvidos a quem te ama. Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo. Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros. O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida. É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa. Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos. Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus. Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer. Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas. Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro. Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar. Quero viver para fazer esquecer... Queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir. Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo. Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti. Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas. O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito. (Padre Fábio de Melo)

Conceitos relacionados: ouvidos ouvidos outras ama só fundamentadas

' 2.5/5 (2 votos)
Por: admin
autor Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas. Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro. Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar. Quero viver para fazer esquecer... Queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir. Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo. Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti. Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas. O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito. (Pe. Fábio de Melo)

Conceitos relacionados: coloque ouvidos acusações conhece cuidado

' 4.0/5 (1 voto)
Por: admin
autor - Sobre todos aqueles que ainda continuam tentando, Deus, derrama teu sol mais luminoso. - E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. - Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. - (…) Escutei uma espécie de silêncio. Que talvez estivesse dentro de mim. - Continue andando. Enfrente seus problemas de cara. Reaja. Vai. Tá pensando que é só você que sofre? - Às vezes a gente vai-se fechando dentro da própria cabeça, e tudo começa a parecer muito mais difícil do que realmente é. - Preciso de um colo que ninguém dá. Mas tudo bem. - Eu queria que não fosse assim, que não tivesse sido assim. Mas não consegui evitar. - É dificil aprisionar os que têm asas. - E lembro tão bem que ainda que não tivesse sido ontem, continuaria sendo ontem na memória. - Rezo a Deus, pedindo não cargas mais leves, e sim ombros mais fortes. - É que sempre que penso em ser feliz, você me vem a cabeça. - Que o teu afeto me afetou é fato. - E se eu te olhar cem vezes, acredite, em cada uma delas estarei me apaixonando um pouco mais. - Não sei fazer jogo social. Até saberia, mas não me interessa, tenho preguiça. - Finalmente algo de bom no Youtube, VEJAM: migre.me/7Kd5O - Uma coisa que eu aprendi na vida: Deus não te tira as coisas, ele te livra delas. - Eu te amo virou uma frase tão romântica quanto me passa o açúcar. - Eu sinto ciúme quando alguém te abraça, porque por um segundo essa pessoa está segurando meu mundo inteiro. - Amanhã é outro dia, aprendi isso ontem. - Nunca, jamais diga o que sente. Por mais que te doa, por mais que te faça feliz. Quando sentir algo muito forte, peça um drink. - Eu vou deixar pra lá, fingir que esqueci, agir como se não importasse. O que é verdadeiro, volta e quem tem que ficar, fica. - E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais. - Eu comecei minha faxina. Tudo o que não serve mais (sentimentos, momentos, pessoas) eu coloquei dentro de uma caixa. E joguei fora. - Uma coisa que eu aprendi na vida: Deus não te tira as coisas, Ele te livra delas. - Você é um(a) idiota. É um(a) babaca cretino(a) e sabe disso. Você frusta todas as expectativas que eu já tive em relação à alguém pra mim. - Se a vida é um circo, serei eu o palhaço? - Engole teu coração e se ama por dentro. - Uma dose de amnésia, e duas de desapego, por favor. - Sabe quando você lembra do sorriso dele, e involuntariamente você sorri também? Então.. - Foram tantas brincadeiras, tantas conversas, tantas risadas e olhe agora. Nem conversamos mais. - Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudades, de vez em quando. Quando penso que poderia ter sido diferente. - Sabe o tal do amor-próprio? Então, tô ficando com ele e nossa relação anda ótima! - Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou. - Eu dizia que gostava de você, que sentia saudade de você, que eu precisava de você, que eu não conseguia viver sem você. Mas não era amor. - Preciso sim, preciso tanto. Alguém que aceite tanto meus sonhos demorados, quanto minhas insônias insuportáveis. - Meio sem esperança, as ilusões despedaçadas, o coração taquicárdico, língua seca, e continuando. Continuando. - O que é seu encontrará um caminho para chegar até você. - Eu queria que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta. - Supere isso e, se não puder superar, supere o vício de falar a respeito. - Uma pessoa não precisa estar a vida inteira ao seu lado para se tornar única e inesquecível. - Nunca se esqueça: quando um capítulo termina, outro começa. - Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. - Hoje, quero passar dos limites da aparência e achar o que há de mais lindo no coração. - Bonito mesmo é essa coisa da vida: Um dia, quando menos se espera, a gente simplesmente supera. - E quem pode comigo, quando eu digo tudo que sinto? - Tem coisas que a gente vai deixando de ser e nem percebe. - Ô menina, veja bem… Ouça uma boa música, leia um bom livro e bola pra frente. Pode parecer clichê, mas funciona. Vá por mim. - Fé, cabeça erguida e esquece as maldades do mundo. - O tempo tem uma forma maravilhosa de nos mostrar o que realmente importa. - Choro sozinho no escuro, e você não enxuga as minhas lágrimas. - Não é fácil, muitas vezes eu me sinto sufocar de saudade, de vontade de estar perto. - Se não brilha mais, não insista. Lâmpada queimada não se arruma. Se troca por outra. - Pegue tudo a que você tem direito, e nós temos direito a absolutamente tudo de bom. - Eu ando fingindo muito. Finjo que não importo, finjo que não quero, finjo que não sinto, finjo que não vejo, finjo que esqueço. - Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. - Sempre chega um momento em que até o bom se torna insuportável. - Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. - Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem? Supera, suporta, entenda. - Vamos fazer assim: você não existe, que eu não te desejo. - Força e fé. Dai-me força, dai-me fé e dai-me luz. - Nada é eterno. O café esfria, o cigarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam… - O tempo corre e a gente vai descobrindo jeitos de se proteger. - Quero outra vez um quarto todo branco e um par de asas. Mesmo de papelão! - Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras – e por tudo isso, ando cada vez mais só. - E eu serei forte, mesmo se tudo der errado mais uma vez. - E se me perguntarem como estou, eis a resposta: Estou indo. Sem muita bagagem. Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias. - Fiz fantasias. No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio. E fantasio, fantasio. - Talvez, ele volte. Ou não. - Talvez, ele perceba que você faz falta e diferença, de alguma forma, numa noite fria. - Já chorei muito, já doeu muito esse coração… - Resolvi ser feliz porque é melhor para a saúde. - Preciso sim, preciso tanto. Alguém que aceite tanto meus sonhos demorados, quanto minhas insônias insuportáveis. - Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. - Sabe de uma coisa? Eu desisto das pessoas. - Existe sempre alguma coisa ausente. - É em você que eu penso, é de você que eu gosto, é pra você que eu volto… Sempre. - Eu não quero viver longe de você. Digo, viver sem falar contigo, sem saber como foi o seu dia, o que você fez, como esta se sentindo. - Meu medo não é te perder pra alguém melhor… É te perder pra alguém que não te ame tanto quanto eu. - E se me perguntarem como estou, eis a resposta: Estou indo. Sem muita bagagem. Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias. - Não vou atrás de ninguém. Não mais. Eu não quero me apegar em ninguém, não quero precisar de ninguém. - Foram tantas brincadeiras, tantas conversas, tantas risadas e olhe agora. Nem conversamos mais. - Acalma esse coração, pequena, que desespero nunca resolveu problema. - Às vezes, sinto falta, às vezes, acho que é um alívio estar longe... - Daqui a 50 anos eu ainda vou saber seu nome e vou me lembrar de todas as vezes que você me fez sorrir. - Hoje eu só queria ouvir: eu te procurei pra saber se você está bem. - Não é fácil, muitas vezes eu me sinto sufocar de saudade, de vontade de estar perto. - Ultimamente não estou esperando coisas boas, e nem ruins, de nada e nem de ninguém. Por mim, tanto faz, cansei de criar falsas expectativas. - Sabe o tal do amor-próprio? Então, tô ficando com ele e nossa relação anda ótima! - Se não fosse amor, não haveria planos, nem vontades, nem ciúmes, nem coração magoado. - Se não brilha mais, não insista. Lâmpada queimada não se arruma. Se troca por outra. - Parei de trabalhar. Parei de ser e de fazer qualquer outra coisa além de esperar que ele voltasse. - E Deus continua sussurrando: Não desista, o MELHOR ainda está por vir. - Eu queria que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta… - Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. - Eita, que menina doida! Fala sozinha e ama também. - Todo mundo tá comentando: migre.me/7HhW3 =o - Para provar novos chás, é preciso esvaziar a xícara. - Aquilo que não te acrescenta, em nada te fará falta. - Fiz fantasias. No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio. E fantasio, fantasio. - Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras - e por tudo isso, ando cada vez mais só. - Sempre acabava gostando das malditas pessoas e todas as suas loucuras. - Eu ando tomando o rumo certo agora, me deseje sorte. - Não foi nada. Deu saudade, só isso. De repente, me deu tanta saudade. - Talvez o mal é que a gente pede amor o tempo todo. - Tô exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém. - Não choro minhas perdas, nem temo a inveja e o olho gordo que me rodeiam. Sou de deus, quem não é que se cuide. - Nada é eterno. O café esfria, o cigarro apaga, o tempo passa, as pessoas mudam… - Seus olhos eram de desilusão, de cansaço. Cansada de construir sonhos, planos, fantasias. E depois da desilusão ter de destruir uma a uma. - Tenho repetido que, no que depender de mim, me recuso a ser infeliz. - Você se foi e eu afundei numa melancolia de dar gosto. - Que comece agora e que seja permanente essa vontade de ir além daquilo que me espera. - Foi por não ser vela que o vento não apagou. Era vagalume, tinha uma vida inteira pra brilhar! - E te cuida, por favor, te cuida bem. Não é porque estás longe que não te quero bem. - E se me perguntarem como estou, eis a resposta: Estou indo. Sem muita bagagem. Pesos desnecessários causam dores desnecessárias. - Talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor. - E apesar do meu medo há em mim uma paz enorme que eu chamo de felicidade. - Porque aprendi, que a vida, apesar de bruta, é meio mágica. Dá sempre pra tirar um coelho da cartola. - Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. - Então me sinto protagonista de um filme chamado: Criaturas que o mundo esqueceu. - Sobre todos aqueles que ainda continuam tentando, Deus, derrama teu sol mais luminoso. - Não consigo mais aceitar relações pela metade. Em outras palavras, raspas e restos não me interessam. - Força e fé, repete comigo: dai-me força e dai-me fé, dai-me luz. - Tenho repetido que, no que depender de mim, me recuso a ser infeliz. - Pode parecer meio ambicioso, mas gostaria de ajudar a transformar este mundo numa coisa melhor. - PRA QUEM TEM AENTRE 13 À 25 ANOS: migre.me/7Gq7T - Desnecessário é sofrer por alguém que você sabia que nunca iria dar certo. - Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade, de vez em quando. Quando penso que poderia ter sido diferente. - E eu serei forte, mesmo se tudo der errado mais uma vez. - Gosto de pessoas doces, gosto de situações claras; e por tudo isso, ando cada vez mais só. - Então me sinto protagonista de um filme chamado: Criaturas que o mundo esqueceu. - Aprendi a gostar de viver e ser feliz. - Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. - Essa morte constante das coisas é o que mais dói. - Não se permita entristecer por nada, nem por ninguém. - O futuro é um abismo escuro, mas pouco importa onde terminará a minha queda. - Sonhei que você sonhava comigo. Ou foi o contrário? Seja como for, pouco importa: não me desperte, por favor, não te desperto. - Aquilo que não te acrescenta, em nada te fará falta. - Não sei fazer jogo social . Até saberia ,mas não me interessa , tenho preguiça. - Fiz fantasias. No meu demente exercício para pisar no real, finjo que não fantasio. E fantasio, fantasio. - Amor não resiste a tudo, não. Amor é jardim. Amor enche de erva daninha. Amizade também, todas as formas de amor. - aço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber. - Eu ando tomando o rumo certo agora, me deseje sorte. - Sinto uma falta absurda de você. Ficou um vazio que ninguém pre(enche). E penso e repenso e trepenso em você. - Quero seu beijo. Quero seu cheiro. Quero aquele olhar que não cansa. (caio fernando de abreu)

Conceitos relacionados: aqueles sobre tentando ainda continuam

' 0.0/5 (0 votos)
Por: admin
autor A gente quase completou um ano de namoro, quase. Faltou um mês ou um pouquinho mais, não lembro. Mas hoje, sem mais nem menos, completamos um ano de separação. Ano passado essa hora, exatamente a essa hora, eu lembro bem. Eu estava no show do U2 que você não quis ir comigo e me ocupava em perguntar, de dez em dez segundos, e de dez em dez pessoas, quando é que você iria me ligar e dizer que tinha pensado melhor. Quando? Você nunca ligou, nunquinha. E eu esperei, esperei, esperei tanto tempo, nossa, como eu esperei. Acho que eu nunca esperei tanto nada em toda a minha vida. Outro dia a Myla me perguntou o que você tinha me ensinado. A gente estava conversando sobre os legados que as pessoas deixam em nossas vidas e ela quis saber qual tinha sido o seu. O coiso me ensinou a gostar de MPB e cinema europeu, o outro coiso me ensinou a gostar de sexo e restaurante caro. Teve o coisinho que me ensinou a ser engraçada e jogar frescobol. E você? Que raios me ensinou? Fiquei sem saber na hora, fiquei sem saber o que responder para a Myla. Mas hoje, no nosso aniversário de um ano separados, posso dizer que foi você quem me ensinou a lição mais importante da minha vida: você me ensinou a sofrer. Eu nunca, nunca, em vinte e sete anos de vida, tinha sofrido. Nunca. Claro, eu odiava ver meus pais quebrando o pau quando era criança, mas eu lembro que eu, pequenininha, pensava: um dia um príncipe vai me levar para longe dessa casa com gente louca que fuma demais, berra demais, desmaia e chuta vasos. Eu sofri também na escola, quando para alguém me enxergar eu tinha de promover bizarrices. Mas eu era muito nova para me separar das bizarrices e acabava também chamando a minha atenção: será que eu sou bizarra? Depois, em casa, quando eu dobrava direitinho o uniforme para o dia seguinte e me sentia um papel de parede bege que ninguém entende pra que serve, eu pensava: um dia um príncipe vai me levar pra longe dessa falta de vida, dessa falta de beleza, dessa falta de compreensão, dessa falta de cor, dessa falta de sei lá o que porque eu era novinha demais pra saber o que faltava. Esperar o raio do príncipe sempre disfarçou minha dor, sempre me refugiou dela. Mas quando você, no dia 20 de fevereiro de 2006, me mandou seguir meu caminho sozinha, fiquei sem saber como fugir da dor. Você era meu príncipe. Depois de tantos amores estranhos, pequenos, errados e tortos, finalmente eu tinha reconhecido no seu olhar centralizado e no seu sorriso espalhado, o meu príncipe. E o meu príncipe estava me dando o fora. Que porra eu ia esperar da vida agora? Quem iria me levar para longe se você não me queria mais por perto? Não teve como. Foi a primeira vez na vida que não consegui me enrolar e acabei deixando a dor vencer. Pela primeira vez a realidade falou mais alto que a fantasia. Pela primeira vez a realidade da sua ausência falou mais alto que a fantasia de anos a sua espera. Sofri pra caralho, como diz por aí quem sofre pra caralho. Mais do que livros cabeças, músicas bacanas, frases inteligentes, lugares descolados ou posições sexuais, você me ensinou o que realmente importa aprender nessa vida: que a vida pode ser uma grande, imensa e gigantesca merda. É, ela pode ser. E que não existe porra de príncipe porra nenhuma. Que nem ninguém e nem nada pode te levar para longe de nada. É isso e pronto. E é assim pra todo mundo. E pronto. Qual o drama? A dor infinita dos dias infinitos que vieram depois do dia em que você se foi pra sempre veio misturada com toda a dor que eu não senti em todos esses anos. A dor do seu pé na bunda trouxe vasos jogados, bitucas eternas de cigarros em longas discussões pesadas, tardes perdidas em odiar o mundo, cabeças viradas, corredores frios, papéis de parede beges e grupinhos festivos e fechados. A nossa dor acabou sendo toda a dor que fazia fila em mim para ser sentida. E já que a porta pra realidade estava aberta, por que não sofrer também pelas criancinhas carentes, os países em guerra, a estupidez humana e a dor das juntas da minha mãe? Por que não sofrer pela condição das favelas, das prisões e da Terra? Por que não temer o aquecimento global, o ácido dos limpadores de vidro na Henrique Schaumann e as frases do Clodovil? A dor da sua partida trouxe toda a dor do mundo. De uma só vez. Mas agora já passa da meia noite. Não é mais nosso aniversário de fim e, pra te falar a verdade, eu já não sofro mais o nosso fim faz tempo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Você chegou e me levou embora. Levou embora a menina que tinha medo de sentir a vida e esperava uma salvação para tudo. Quem sobrou é essa desconhecida que se conhece muito bem em suas bizarrices, lê jornais todos os dias, substituiu o bege pela cor do verão, tem uns pais gente boa ainda que malucos, adora os poucos e estranhos amigos, não espera mais pelo cavalo branco mas fica ansiosa pelo início da novela e talvez esteja pronta para amar de verdade. Amar um homem e não um príncipe. (Tati Bernardi)

Conceitos relacionados: gente completou namoro pouquinho quase faltou

' 0.0/5 (0 votos)
Por: admin

Foram encontrados 2653 resultados para esta busca